fbpx
ainda vale a pena comprar um carro novo? ainda vale a pena comprar um carro novo?

Afinal, ainda vale a pena comprar um carro novo?

7 minutos para ler

Na hora de trocar de veículo, geralmente surge uma grande dúvida: vale a pena comprar um carro novo? Para chegar à resposta dessa pergunta, é necessário avaliar uma série de questões, comparando as vantagens e desvantagens dessa escolha e o impacto de um carro zero no seu orçamento.

Nós vamos ajudar você a resolver essa questão fazendo um levantamento dos principais pontos e apresentando, ao final do texto, algumas boas alternativas. Continue acompanhando para saber mais!

Carro novo e o impacto no seu orçamento

A primeira pergunta que você deve fazer antes de tomar a decisão de comprar um carro novo é a respeito das suas finanças pessoais. O impacto desses custos no seu orçamento será muito alto? Se a resposta for sim, talvez seja melhor reconsiderar essa decisão.

De forma geral, o ideal é que os gastos com o veículo não sejam maiores do que 30% do seu orçamento pessoal. Na previsão desses custos, calcule o seguro, os impostos, a manutenção e o valor das parcelas.

Se possível, considere adquirir o seu veículo à vista, já que os financiamentos geralmente oferecem taxas de juros muito altas. Mas, se você não tem dinheiro para pagar todo o valor do carro, tente oferecer uma entrada grande, de pelo menos 40%, para que as parcelas seguintes fiquem menores e não comprometam muito o seu orçamento mensal.

Vantagens de comprar um carro novo

Adquirir um carro zero, novinho, saído direto da concessionária tem as suas vantagens. Saiba quais são:

Garantia do fabricante

Esse é, talvez, um dos principais benefícios de comprar um carro novo. Quando você adquire um veículo que está saindo da fábrica, ele vem com a garantia do fabricante, o que traz uma certa segurança para o comprador.

Ela vale por um determinado tempo ou quilometragem. Então, no caso da compra de um carro zero, você tem essa segurança por três anos ou 10 mil quilômetros rodados — na maioria das fábricas.

Se optar por um seminovo, esse período possivelmente já passou. E, nessa situação, se tiver qualquer problema, precisará arcar sozinho com os custos — o que pode acabar fazendo com que a economia que você teve no valor do carro não seja tão compensatória.

Baixo custo de manutenção

Quanto mais novo o veículo, menor a chance de que ele tenha problemas ou defeitos. Afinal, esses geralmente começam a surgir depois de um determinado tempo de uso ou rodagem.

A medida que o carro vai envelhecendo, seus equipamentos começam a estragar e alguns itens precisam até ser trocados. Isso acaba fazendo com que os custos de manutenção sejam mais altos.

Tecnologia de ponta

Um carro novo possui tecnologia de ponta, o que é uma grande vantagem com relação aos usados. Equipamentos que podem estar nos veículos zero talvez nem existissem no ano em que foi lançado aquele seminovo que você pretende comprar.

Hoje, a tecnologia avança muito rápido. Por isso, essa é uma questão que você deve levar em conta, especialmente em relação aos equipamentos de segurança, como freios ABS por exemplo.

Desvantagens de adquirir um carro zero

Mas, assim como existem muitas vantagens ao adquirir um carro zero, as desvantagens também estão presentes. Quer saber quais são elas?

Imposto mais alto

Quanto mais novo é um veículo, maior o imposto a ser pago sobre ele. No caso dos automóveis, é cobrado o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA).

O IPVA é um imposto estadual que deve ser pago todo ano. Sua base de cálculo é o valor do automóvel. Ou seja, quanto mais caro for o seu veículo, maior o valor que você pagará. Por isso, os carros mais novos tendem a ter um IPVA mais alto, o que é uma desvantagem em relação aos seminovos.

Grande depreciação

Ao contrário de imóveis, por exemplo, os veículos quase nunca podem ser considerados investimentos. Isso porque eles não valorizam, e sofrem uma grande depreciação desde o momento em que saem da concessionária.

Existem muitos fatores que influenciam na desvalorização de um veículo, e você pode até fazer um cálculo bastante simples para entender mais sobre isso. Entretanto, os seminovos geralmente têm uma depreciação menor, o que pode acabar sendo vantajoso na hora da compra e depois da venda.

Incerteza sobre a liquidez do bem

Já ouviu falar daqueles casos em que um carro acaba sendo um “mico de mercado”? Isso é mais comum do que você pensa. Às vezes, um modelo chega com muita expectativa, mas acaba sendo rejeitado pelos consumidores por diversos motivos.

Quando você compra um carro zero, está sujeito a esse risco, pois é impossível saber qual vai ser a recepção do veículo. Mesmo aqueles já consolidados e com boa reputação podem acabar tendo uma versão que não será bem aceita, o que gera certa incerteza sobre a liquidez do bem.

Alternativas ao carro zero

Mas, se você concluiu que comprar um carro novo não é a melhor opção, quais são as alternativas viáveis para fugir do transporte público, sem precisar comprometer tanto o orçamento? Descubra algumas opções, a seguir!

Comprar um carro seminovo

Uma boa alternativa, nesse caso, é comprar um seminovo. Ao optar pela compra de um veículo usado, possivelmente a garantia do fabricante já estará expirada. Porém, existem diversos veículos seminovos disponíveis no mercado com essa garantia ainda vigente, como é o caso de grande parte dos seminovos de locadoras de veículos.

Isso ocorre porque as empresas que trabalham com locação de veículos constantemente desativam os carros de sua frota e os colocam para venda. Assim, podem adquirir novos veículos e disponibilizá-los para locação. Além disso, provavelmente, um seminovo custará muito menos do que um carro zero.

Então, vale a pena analisar essa possibilidade quando for trocar de carro. Se essa for a sua opção, escolha uma empresa de procedência, siga as medidas de segurança e certifique-se de estar fazendo uma boa compra.

Alugar um carro mensalmente

Você sabia que existe a possibilidade de alugar um carro mensalmente? Essa é uma excelente alternativa para quem quer ter a comodidade de um automóvel, sem se preocupar com toda a parte burocrática que isso envolve — como os impostos, por exemplo.

Quando você opta por fazer a locação mensal de um carro, paga um valor determinado para a locadora e não precisa se preocupar com seguro, manutenção, impostos e quaisquer outros gastos. Além disso, existem vários planos diferentes, que são capazes de atender a qualquer tipo de necessidade.

Essa pode ser uma excelente alternativa para o seu caso. Por isso, pesquise e procure saber mais sobre as vantagens dessa opção!

Entenda como funciona a locação mensal na Lokamig Rent a Car:

As infinitas despesas de um carro próprio andam assustando os proprietários, que continuam com a ideia conservadora de manter um veículo próprio. No entanto, a solução para economizar pode ser mais simples do que parece. Descubra o Lokamig Mensal Flex

Por fim, podemos concluir que essa é uma questão bastante particular, que varia conforme as necessidades e possibilidades de cada pessoa. Para tomar a sua decisão, coloque na balança os benefícios e prejuízos de cada caso e considere alternativas, como o aluguel mensal de um carro.

Agora que você já conhece as vantagens e desvantagens de comprar um carro novo, continue navegando pelo nosso blog e descubra quais são os principais gastos mensais envolvidos na manutenção e aquisição de um veículo.

Posts relacionados

2 thoughts on “Afinal, ainda vale a pena comprar um carro novo?

  1. Acredito que quando se tem condições de comprar um carro novo, vale sim muito a pena comprar um, garantia, carro mais confortável e macio, sem contar o cheiro que é maravilhoso e durabilidade. Mas vale também ter um seminovo, sabendo escolher o usado, você também fará uma boa compra, se não tiver muito conhecimento o ideal é levar um mecânico de confiança.

    1. Lokamig Rent a Car disse:

      Excelente observação! Agradecemos pelo contato e por complementar nosso conteúdo! Abraços, Equipe Lokamig Rent a Car

Deixe um comentário